Mais umas piadas...

Loira...

Uma loira boazona ia atirar-se da ponte 25 de Abril, quando aparece um marinheiro :
-’Eh, pá, míuda, não faças isso!
-’Sim! Vou atirar-me! A minha vida é uma desgraça!’
‘Não faças isso! Olha, o meu navio está de partida para o Brasil. Porque é que não vens comigo e pensas melhor durante a travessia?
Chegando lá, se ainda te quiseres matar, pelo menos ficaste a conhecer o Brasil.’
A loira achou a proposta razoável e seguiu com ele para o porão do barco, onde viajaria clandestinamente.
Durante duas semanas o marinheiro visitava a loira à noite, levava-lhe comida e água e dava-lhe uma queca.
Todos os dias, comida, água e pimba.
Um dia, o comandante fez uma inspecção ao porão do navio e descobriu a loira.
Ela não teve outra alternativa senão contar-lhe a verdade:
-’Sabe, Sr. Comandante, eu estou aqui a viajar para o Brasil, porque um marinheiro salvou-me da morte.
Todas as noites ele traz comida e água e, como agradecimento, eu deixo-lhe dar-me uma queca. Fizemos este acordo até chegarmos ao Brasil.
Ainda falta muito para lá chegar?’
Não sei, menina. Mas enquanto eu for Comandante, este barco faz a travessia Cacilhas - Terreiro do Paço e volta.’


Vaselina

Certo dia, o Felisberto resolveu comprar uma mota. A sua escolha recaiu sobre uma Harley. Só havia um problema: os cromados.
O vendedor aconselhou-o a usar vaselina para os proteger sempre que chovesse, e assim foi: o Felisberto sempre que via chuva, lá ia ele besuntar a mota com vaselina. À pala da mota, conheceu uma rapariga e começaram a andar. Ela certo dia resolve convidá-lo para ir jantar lá a casa e conhecer os seus pais. E assim foi. Chegada a hora da refeição, o pai diz:

- Cá em casa temos uma regra: Quem falar primeiro depois da refeição acabada, lava a loiça.

Felisberto achou tudo muito estranho, mas assim fez. No final da refeição resolveu experimentar para ver se ninguém falava mesmo e começa a beijar a namorada à descarada. Grande marmelada à mesa e ninguém se pronunciava. Resolveu ir mais longe e pegou na namorada e pô-la em cima da mesa e…. Pimba! E tudo estava calado. Não contente, pega na futura sogra e … Pimba! E ninguém dizia nada. Nisto começa a chover. Felisberto dirige-se ao seu blusão de cabedal e saca da embalagem de vaselina. O Pai olha assustado para aquilo e diz muito rapidamente:

- OK, OK, eu lavo a loiça !!!!!

4 comentários:

Joana disse...

A ultima...xD
quer dizer vê a mulher a coiso e nada...!!!
que desgraçado...xD

Anônimo disse...

LOOOL
va la...pelo menus e vaselina e nao glicerina xD
ms sinceramenr...k badalhokice ao vivo e em directo...
enfimmm
xD

lau lau

Raquel disse...

LOOOL!... há dias de azar! xD

(Eduardo) Jorge disse...

xD

Mas q exagero!!!

LOL

Related Posts with Thumbnails